Jornal do Commercio
foto Verônica AlmeidaTudo sobre saúde pública de Pernambuco.
  • Tamanho do texto:
  • A-
  • A+

Presídios longe da saúde e do SUS

Publicado em 23/01/2015, Às 7:27

As cenas das rebeliões no Complexo do Curado, esta semana, são suficientes para fazer adoecer qualquer ser humano até à distância. Não só pela violência expressa no porte e uso de facões. Ninguém concebe que uma pessoa, mesmo autora de crimes hediondos, possa ter chance de se recuperar num ambiente hostil, pobre de condições mínimas de vida: espaço para dormir, alimentação, estudo, trabalho, respeito. Organização, limite e paz, direito e deveres também são essenciais à saúde. Não é de hoje que a população carcerária lidera a incidência de tuberculose no Brasil. Some-se a esse risco o quadro aqui descrito, a homofobia nos presídios masculinos, e também ao consumo de drogas, por si só um problema enorme. É fato ser difícil, pelas condições estruturais, aplicar uma política de saúde para esses presos, suas famílias e os profissionais que lá atuam. A crise atual precisa de solução dos sistemas penitenciário e judiciário. Mas é urgente associar a ajuda humanitária do SUS, assim como se faz nas guerras e calamidades.

Rebelião/ Complexo do Curado/ Edmar Melo/Jc Imagem

Rebelião/ Complexo do Curado/ Edmar Melo/Jc Imagem

Share

Postado por Verônica Almeida

Palavras-chave

enviar para um amigo

CFM condena distribuição de vagas para medicina no Sisu

Publicado em 15/01/2015, Às 12:19

Baseado em informação divulgadas pelo Jornal O Globo, o Conselho Federal de Medicina distribuiu nota condenando a distribuição de vagas dos cursos médicos  oferecidas pelo Sistema de Seleção Unificada (Sisu) em 2015 por todo o Brasil. “Mostrou o quanto as atuais políticas públicas estão distantes de interiorizar a medicina no País. Confirma o peso desproporcional de vagas ofertadas nos grandes centros e na faixa litorânea do Brasil”, pensa o conselho. A entidade questiona a expansão para o interior a cargo de instituições privadas. “O Sisu não sinaliza a interiorização porque foram abertos poucos novos cursos públicos, priorizando-se a ampliação de vagas em universidades já existentes. Estão abrindo unidades em locais sem condições de receber cursos de medicina, por não haver a infraestrutura adequada. Falta, por exemplo, um corpo docente qualificado, bem como um hospital-escola devidamente paramentado”, avalia o CFM. São mais de 3.700 vagas este ano, um aumento de 28% nas vagas do Sisu para medicina.

Foto de Renato Spencer /Arquivo JC Imagem

Foto de Renato Spencer /Arquivo JC Imagem

Share

Postado por Verônica Almeida

Palavras-chave

enviar para um amigo

Nova edição do Mais Médicos só para brasileiros

Publicado em 15/01/2015, Às 12:02

Vem aí o novo edital do Mais Médicos. O programa, que gerou polêmica entre as entidades médicas, terá novidades a partir de agora. O ministro Arthur Chioro, da Saúde, apresenta logo mais, às 14h de Brasília, o edital da chamada 2015. Como ele já havia adiantado desde o ano passado, não deve haver convocação de cubanos ou outros estrangeiros. Segundo fontes, o governo deve atrelar o Mais Médicos ao Programa de Valorização da Atenção Básica (Provab), que atrai recém-formados interessados em se qualificar na atenção básica do SUS. Seleção para avulsos, também brasileiros, será aberta.

Arthur Chioro /Divulgação/Ministério da Saúde

Arthur Chioro /Divulgação/Ministério da Saúde

 

Share

Postado por Verônica Almeida

Palavras-chave

enviar para um amigo

Maternidade do HC sem funcionar desde dezembro

Publicado em 10/01/2015, Às 2:33

Desde dezembro de 2014  a oferta de leitos para parto de alto risco em Pernambuco está mais reduzida. É que a maternidade e a UTI neonatal do Hospital das Clínicas da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE) deixou de receber novos pacientes. A direção do hospital explica agora que a medida temporária é para atender a exigências da Vigilância Sanitária e da Comissão de Controle de Infecção Hospitalar.

A boa notícia mais recente é que o Cisam, também de alto risco e da Universidade de Pernambuco, desistiu de fechar sua maternidade por um dia, na próxima segunda-feira (12 de janeiro). Vai trocar o gerador de energia funcionando normalmente depois que a Secretaria Estadual de Saúde ofereceu ajuda, emprestando mais um equipamento. Assim, as gestantes sofrem menos.

 

Share

Postado por Verônica Almeida

Palavras-chave

enviar para um amigo

Prorrogada inscrição em concurso para médicos da PCR

Publicado em 09/01/2015, Às 20:24

As redes municipais estão perdendo atrativos para médicos. A Prefeitura do Recife acaba de prorrogar até 9 de fevereiro o prazo para inscrição do concurso da Secretaria de Saúde, que seria encerrado segunda-feira (12/01) . São  152 vagas em 16 especialidades distribuídas entre emergências, ambulatórios e postos de saúde. A remuneração vai de pouco mais de R$ 4,6 mil a R$ 11 mil aproximadamente.

Médicos com 20 horas semanais receberão  R$ 4.657,75 (vencimento base) mais Adicional por Desempenho de Equipe (variável), informa a Secretaria Municipal de Saúde. Plantonistas (24h), além do vencimento base e adicional de desempenho, terão adicional de plantão no valor de R$ 2.454,10 . Para os médicos do Programa de Saúde da Família, 40 h, a remuneração é de R$ 9.315,50 mais Adicional por Desempenho de Equipe (variável) e Gratificação Saúde da Família: R$ 1.674,35.

As inscrições custam R$ 75 e podem ser feitas através do site www.ipad.com.br/medicospcr2015. O concurso será em duas etapas, com prova escrita em março e de títulos.  O resultado final será divulgado no dia 10 de abril.

 

Share

Postado por Verônica Almeida

Palavras-chave

enviar para um amigo

Hospitais da UPE precisam de espaço na agenda do novo governo

Publicado em 09/01/2015, Às 20:10

Entra governo, sai governo, os hospitais da Universidade de Pernambuco estão sempre longe da prioridade máxima do Estado. Um ou outro ajuda do seu jeito diante do grito da comunidade, mas, de fato, nas duas últimas décadas, nada foi além de repasses pontuais, abertura do Pronto Socorro Cardiológico em 2006 e do novo modelo de gestão implantado em 2014. O complexo Oswaldo Cruz – Cisam – Procape carece de cuidados especiais, pela histórica prestação de serviço à população, formação e qualificação de profissionais. Faltam verba de custeio, concurso, apoio técnico para planejamento, gestão e captação de recursos. O novo secretário da Saúde, José Iran Costa Júnior, reconhece a importância das três unidades, mesmo não estando elas sob seu comando (são da Ciência e Tecnologia). Afinal são âncoras da alta complexidade do SUS. Pensando positivo, novo governo e novo reitorado (Carlos Calado foi substituído por Pedro Falcão) podem ser mais uma chance para o apoio verdadeiro. Os dois hospitais mais velhos, o Huoc e o Cisam, já foram exemplo nacional e internacional, seja na assistência à mulher vítima de violência sexual, cura da raiva humana e outras conquistas. Fazer o novo é bom. Preservar o que dá certo, melhor ainda.

O que pensa o secretário estadual de Saúde, no cargo há uma semana

José Iran Costa Jr./JC Imagem

José Iran Costa Jr./JC Imagem

JC – Que tratamento os hospitais universitários vão ter?
* JOSÉ IRANEu vim da ciência, sou pesquisador e estarei totalmente aberto ao crescimento desses hospitais, na assistência e formação de profissionais. Fiz contato com a secretária de Ciência e Tecnologia, Lúcia Melo, para ter ação decisiva no Cisam, Huoc e Procape. Se for preciso ampliaremos o contrato de serviços com o HC.

 

Servidores e estudantes fizeram protestos durante o ano em favor do Huoc/Associação dos Docentes da UPE

Servidores e estudantes fizeram protestos durante 2013 e 2014 em favor do Huoc/Associação dos Docentes da UPE

 

Share

Postado por Verônica Almeida

Palavras-chave

enviar para um amigo

Novo secretário de Saúde de Pernambuco assume à tarde

Publicado em 02/01/2015, Às 13:26

Na tarde desta sexta-feira (02/01), o novo secretário de Saúde de Pernambuco, José Iran Costa Júnior, assume a pasta. Cearense, 47 anos, formado em Pernambuco, o médico especialista em tratamento oncológico e ex-superintendente do Hospital de Câncer, terá pela frente uma rede que dobrou de tamanho nos últimos oito anos.  Durante seu período à frente do HCP, a partir de 2013, foi  reaberto o programa de residência. “O hospital também virou referência em cirurgia oncológica, ocupando o quinto lugar no país em número de procedimentos para tratamento de câncer”, informa o governo.

José Iran/ Divulgação/SES

José Iran/ Divulgação/SES

Share

Postado por Verônica Almeida

Palavras-chave

enviar para um amigo

O ano novo também é dos prefeitos

Publicado em 02/01/2015, Às 13:16

O ano que se inicia, com novos mandatos nos Executivos Estadual e Federal e casas legislativas, é também fundamental para as gestões municipais. Elas entram no terceiro ano consecutivo e, portanto, não têm mais desculpas para atribuir maus resultados aos antigos prefeitos. Em matéria de saúde, precisam correr para garantir uma atenção básica e serviços de média complexidade para suas comunidades. Faltam centros de parto normal, de atenção psicossocial (Caps) e acesso fácil a exames básicos de rastreamento de doenças como o câncer.
No Estado, a Secretaria de Saúde adianta que o orçamento deve ser de R$ 4,3 bilhões. A previsão é que tenha investido 17,24% (R$ 2,8 bilhões) do orçamento em 2014, cinco pontos acima do exigido na Constituição. Por lei, as prefeituras precisam aplicar por ano no mínimo 15% das suas receitas no SUS. Mas não basta cumprir a Emenda 29. Competência, criatividade e habilidade política para ações conjuntas são essenciais diante de desafios como o do final deste ano, de atrasos nos repasses federais.

Share

Postado por Verônica Almeida

Palavras-chave

enviar para um amigo

Campanha contra o câncer de mama avançado

Publicado em 26/12/2014, Às 19:05

O Brasil deve fechar este ano com mais de 56 mil novos casos de câncer de mama, uma estatística muito fácil de ser comprovada em casa e entre amigas. Em Pernambuco, como outros Estados do Nordeste, é o que mais mata vítimas de sexo feminino. Apesar da popularização da mamografia, muitas recebem o diagnóstico com a doença avançada. Desde o mês passado, a Federação das Instituições Filantrópicas de Saúde da Mama (Femama) lançou uma campanha para pressionar o Ministério da Saúde a liberar no SUS o uso de um medicamento que barra a evolução do mal. O governo até determina que planos de saúde forneçam a droga, everolimo, indicado para mulheres com metástase, mas nega a terapia na rede pública . Petição pública a favor do tratamento está em paratodasasmarias.com.br.

JC – Por que é importante garantir no SUS esse novo medicamento oral para mulheres em metástase de câncer de mama?
* DANIELA ROSA- O uso de everolimo em pacientes com câncer de mama metastático que expressa receptores hormonais retarda a necessidade de fazer quimioterapia em seis meses, em media. Traz impacto na qualidade de vida da paciente, com menos toxicidade e mais conforto, uma vez que o tratamento pode ser em casa.
*Oncologista e vice-presidente do Conselho Científico da Femama

logoParaTodasAsMarias

Campanha Para Todas as Marias

 

Share

Postado por Verônica Almeida

enviar para um amigo

Cirurgias suspensas no Hospital Oswaldo Cruz

Publicado em 19/12/2014, Às 12:20

A reforma geral no Hospital Universitário Oswaldo Cruz, iniciada este ano, não conseguiu poupar, ainda, os pacientes de uma crise que parece infinita: a ausência de orçamento fixo, estadual, para bancar sua manutenção. Na clínica de urologia, cirurgias estão sendo desmarcadas por escassez de material e medicamentos. Mais de 15 deixaram de ser feitas desde a semana passada, retardando o tratamento de câncer de próstata, cálculo renal e uma infinidade de doenças do aparelho uninário. Uma das vítimas é o agricultor Manoel Ramos (foto), 88 anos, que tem tumor de próstata. Passou ontem por mais uma consulta e voltou para casa, em Vicência, sem previsão para remover definitivamente a sonda que usa desde maio. Terá que retornar em janeiro para tentar agendar a data da cirurgia. O problema atinge também outras especialidades, denunciam os médicos residentes. Nesse finalzinho de ano, o Estado atendeu o pedido de ajuda emergencial, mas só está liberando cerca de 60% dos R$ 10 milhões pretendidos.

Share

Postado por Verônica Almeida

enviar para um amigo

Fotos do dia

Santa joga mal, empata no tempo normal e perde nos pênaltis por 11x10 para o Zalgiris
Foto: Guga Matos/JC Imagem

> JC Imagem

Santa joga mal, empata no tempo normal e perde nos pênaltis por 11x10 para o ZalgirisApós empate, Santa perde
para o Zalgiris nos pênaltisTime tricolor demonstrou muita deficiência em sua primeira exibição oficial na temporada 2015Depois de 24 cobranças, o Zalgiris venceu por 11x10Santa joga mal, empata no tempo normal e perde nos pênaltis por 11x10 para o Zalgiris

Coluna no Twitter

OFERTAS
OFERTAS
Facebook Twitter RSS Youtube
Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM