Jornal do Commercio
foto Verônica AlmeidaTudo sobre saúde pública de Pernambuco.
  • Tamanho do texto:
  • A-
  • A+

Inscrições para residências médicas e de saúde, agora unificadas, começam dia 1º

Publicado em 17/11/2014, Às 15:54

Começam no próximo dia 1º de dezembro as inscrições para turmas 2015 de cursos de residência médica e de outras áreas da saúde, acaba de anunciar a Secretaria Estadual de Saúde (SES). Ao todo são 961 vagas no Grande Recife e interior de Pernambuco, incluindo o Hospital das Clínicas da Universidade Federal (UFPE). Entre as 722 entradas para residência médica, há três novidades: programa de dor, neurorradiologia e radiologia intervencionista, além de angiorradiologia, todas no Hospital da Restauração. “A bolsa de auxilio aos estudos para os residentes é de R$ 2.976,26, conforme estabelecido pelo Ministério da Educação para todo o Brasil. Os interessados em participar do certame podem ter acesso a mais informações junto à Diretoria de Educação em Saúde da SES, por meio do telefone 3184.0030″, informa a SES. Segundo a secretaria, o edital está disponível no site da UPENET/IAUPE (www.upenet.com.br) e no portal da SES (www.saude.pe.gov.br). As provas estão previstas para o dia 18 de janeiro de 2015, com resultado final em 14 de fevereiro. Este ano haverá também análise curricular.

Divulgação/SES

Divulgação/SES

Share

Postado por Verônica Almeida

Palavras-chave

enviar para um amigo

Falso caso de ebola tem infecção respiratória

Publicado em 13/11/2014, Às 12:42

O paciente de Caruaru, vindo da Guiné Equatorial, área da África livre de ebola, tem provavelmente infecção respiratória viral. É o diagnóstico dado na manhã desta quinta-feira (13/11) pela equipe de infectologia do Hospital Universitário Oswaldo Cruz, no Recife, onde foi internado depois da celeuma criada na última terça-feira, quando procurou um pronto-atendimento municipal na sua cidade e equivocadamente foi tratado como caso suspeito de ebola.

“De acordo com o infectologista Demetrius Montenegro, chefe do setor de Infectologia do Hospital Universtirário Oswaldo Cruz (Huoc), o paciente G.V.S. de 44 anos, passou a noite da quarta-feira (12.11) bem, sem febre nas últimas 24 horas, mantendo-se estável, apenas com as queixas respiratórias que se iniciaram ontem. Os exames laboratoriais estão normais. Definido diagnóstico como infecção respiratória de provável natureza viral. Os exames para identificação do vírus foram enviados para o Lacem-PE, mas o resultado sai apenas na próxima semana. O paciente terá alta provavelmente amanhã (sexta-feira)”, informa o hospital.

Share

Postado por Verônica Almeida

Palavras-chave

enviar para um amigo

O Aedes aegypti prospera do Moxotó ao São Francisco

Publicado em 07/11/2014, Às 6:30

O último índice de infestação dos imóveis pelo Aedes aegypti divulgado terça pelo Ministério da Saúde, acendeu a luz vermelha para 24 municípios pernambucanos, com risco de desenvolver duas epidemias, de dengue e da emergente desgraça nacional, a febre Chikungunya. A doença nova, já batizada de “chicocunha” pela linguagem popular, ainda não chegou oficialmente em terras pernambucanas, mas não tarda, conforme prognóstico de especialistas. Além de existirem dois vírus em circulação no Brasil (africano e asiático), alcançou a vizinha Bahia e é transmitida pelos conhecidos Aedes aegypti e albopictus. Entre as cidades com mais de 3,9% dos imóveis infestados pelo <CF237>aegypti</CF>, chamam a atenção Camaragibe, no Grande Recife, com índice de 7,7%, e Betânia, no Sertão do Moxotó, com 9,6%. O problema nessa região e parte do São Francisco não é isolado. Outras sete cidades estão com risco similar, aumentando a probabilidade de adoecimento coletivo. É bom as prefeituras se empenharem.

 

Claudenice Pontes/ Foto de Miva Filho/SES

Claudenice Pontes/ Foto de Miva Filho/SES

 

JC – Qual a região do Estado que mais lhe preocupa?

* CLAUDENICE PONTES – A sexta regional de saúde, formada por municípios em torno de Arcoverde, onde muitos apresentam índice alto de infestação por mosquitos. Prefeituras dessa região e das outras já apresentaram planos de contingência. Iniciamos a capacitação de médicos para a febre Chikungunya.
* Coordenadora estadual de combate à dengue e Chikungunya

Confira a situação de todos os municípios do País e esclareça dúvidas:

http://portalsaude.saude.gov.br/images/pdf/2014/novembro/04/Apresenta—-o-Dengue.pdf

http://portalsaude.saude.gov.br/images/pdf/2014/setembro/16/Perguntas-e-Respostas-sobre-Chikungunya.pdf

 

 

 

Share

Postado por Verônica Almeida

enviar para um amigo

Ambulâncias do Samu terão GPS

Publicado em 07/11/2014, Às 4:55

A novidade será implantada para agilizar os atendimentos do Samu Metropolitano, que cobre o Grande Recife e outras 48 cidades. Segundo o coordenador do serviço, médico Leonardo Gomes, o instrumento ajudará a central de comando na hora de acionar a equipe que fará a assistência  solicitada pelo telefone 192.  A partir do dia 11 de novembro todas as emergências clínicas serão feitas pelo Samu. Uma parte ainda é feita pelo resgate do Corpo de Bombeiros.

samu

Share

Postado por Verônica Almeida

enviar para um amigo

Sábado é dia de vacinar crianças contra paralisia e sarampo

Publicado em 04/11/2014, Às 11:50

O Dia D contra paralisia infantil e sarampo é neste sábado, 8 de novembro. A campanha, que este ano está chegando no final do segundo semestre por causa da Copa do Mundo e do início da ação contra o HPV, convoca crianças de seis meses a menos de 5 anos para tomar a vacinal oral contra a poliomielite nos postos de saúde. Cidades que não fizeram em 2013 e 2014 mobilização contra sarampo devem também reforçar a proteção dos garotos contra a doença viral. “Em Pernambuco, a expectativa é imunizar 625.552 crianças contra a poliomielite e 220.757 meninos e meninas de 1 ano a menos de 5 anos contra o sarampo. Com a segunda vacina, o público ainda fica prevenido contra a rubéola”, informa a Secretaria Estadual de Saúde.

Embora erradicada desde o final da década de 1980 no Brasil, a  poliomielite é realidade em  dez países, como Camarões, Iraque, Nigéria e Paquistão, os dois últimos considerados endêmicos. Em 2014 foram 149 casos da doença no mundo, 117 deles no Paquistão. A globalização e o grande fluxo turístico e migratório no planeta podem favorecer a reintrodução do vírus, daí a importância em vacinar as crianças.  O sarampo, por sua vez, já voltou. “Pernambuco confirmou 202 casos da enfermidade no ano passado. Após uma intensa mobilização entre Estado e municípios, para vacinação, o número reduziu para 24 em 2014″, completa a SES.

 

 

 

Share

Postado por Verônica Almeida

enviar para um amigo

Novo mapa da dengue e da febre Chikungunya

Publicado em 04/11/2014, Às 6:02

O Ministério da Saúde divulga nesta terça-feira (04-11) o novo levantamento do índice de infestação dos imóveis pelo mosquito transmissor da dengue, também potencial mensageiro de Chikungunya. A primeira já tornou-se endemia no País e a nova vem se disseminando devagarinho, com vírus africano e asiático. Os sintomas iniciais são os mesmos: febre e dor nas articulações.

Pernambuco vem monitorando casos suspeitos da nova febre, mas todos já descartados. Quanto à dengue, os números no Estado são os seguintes: até o dia 25 de outubro, foram notificados 16.152 casos , sendo 5.756 confirmados, distribuídos em 176 municípios. No mesmo período de 2013, foram 16.589 doentes suspeitos,  4.369 confirmados. O Sertão e algumas cidades da Mata e RMR preocupam.

Aedes aegypti

Aedes aegypti

Confira o último informe do Ministério da Saúde sobre a nova doença transmitida pelo Aedes aegypti:

“Até o dia 25 de outubro, o Ministério da Saúde registrou 828 casos de Febre Chikungunya no Brasil, sendo 155 confirmados por critério laboratorial e 673 por critério clínico-epidemiológico. Do total, são 39 casos importados de pessoas que viajaram para países com transmissão da doença, como República Dominicana, Haiti, Venezuela, Ilhas do Caribe e Guiana Francesa.

Os outros 789 foram diagnosticados em pessoas sem registro de viagem internacional para países onde ocorre a transmissão. Destes casos, chamados de autóctones, 330 foram registrados no município de Oiapoque (AP), 371 em Feira de Santana (BA), 82 em Riachão do Jacuípe (BA), dois em Salvador (BA), um em Alagoinhas (BA), um em Cachoeira (BA), um em Amélia Rodrigues/BA e um em Matozinhos (MG).

Caracterizada a transmissão sustentada de Chikungunya em uma determinada área, com a confirmação laboratorial dos primeiros casos, o Ministério da Saúde recomenda que os demais sejam confirmados por critério clínico-epidemiológico, que leva em conta fatores como: sintomas apresentados e o vínculo dele com pessoas que já contraíram a doença.”

Share

Postado por Verônica Almeida

Palavras-chave

enviar para um amigo

Johnson inaugura centro de cirurgia experimental na UFPE

Publicado em 03/11/2014, Às 19:46

O espaço construído pelo  instituto do laboratório multinacional será apresentado nesta terça-feira (4-11), durante entrevista coletiva à imprensa, convocada pela reitoria da Universidade Federal de Pernambuco. Segundo a UFPE, o centro foi concebido  por meio de uma parceria entre a universidade, a Johnson & Johnson Medical e o Hospital das Clínicas (HC). “Objetiva atender as necessidade de treinamento nas mais modernas técnicas cirúrgicas de profissionais de saúde das regiões Nordeste e Norte do Brasil”, adianta. Terá capacidade  para treinar cerca de mil profissionais por ano,  é equipado com simuladores cirúrgicos e equipamentos de última geração. O serviço é pioneiro nas duas regiões. Resta conhecer com detalhes a contribuição e a responsabilidade de cada parceiro nesse território de formação e assistência públicas.

Share

Postado por Verônica Almeida

Palavras-chave

enviar para um amigo

Gestantes são vacinadas contra coqueluche, que já matou 14 bebês

Publicado em 03/11/2014, Às 19:31

A vacina tríplice acelular (dTpa) para adultos, antes só oferecida na rede privada, já chegou a toda rede pública. A Coordenaação Estadual do Programa de Imunização informa que todos os municípios receberam as primeiras 56 mil doses da vacina e foram orientados a iniciar a vacinação das grávidas e profissionais de maternidades.  Até o momento só a capital divulgou a disponibilidade do produto na sua rede. A nova vacina visa proteger os bebês da doença, que tem aumentando a incidência nos últimos anos. Foram mais de 700 casos no Estado desde janeiro, com 14 mortes de bebês confirmadas. As gestantes devem ser vacinadas entre o sétimo mês e 20 dias antes do parto.

Gestantes devem ser imunizadas para proteger crianças/JC

Gestantes devem ser imunizadas para proteger crianças/JC

Share

Postado por Verônica Almeida

Palavras-chave

enviar para um amigo

Quatro faculdades interessadas na disputa por curso de medicina em Jaboatão

Publicado em 24/09/2014, Às 21:51

O ministro da Saúde, Arthur Chioro, assina na tarde desta quinta-feira (25/09), em Jaboatão dos Guararapes, Grande Recife, termo de compromisso com a prefeitura, habilitando a cidade a receber um eventual curso de medicina. Segundo a secretária municipal de Saúde, Jessiane Paulino, três faculdades de Pernambuco já sinalizaram interesse em oferecer a graduação, assim como uma escola de Sergipe. A disputa só deverá se concretizar a partir do momento em que o Ministério da Educação abrir edital para as instituições de ensino candidatarem seus projetos. A expectativa é de que no máximo até 2016 Jaboatão seja sede da formação médica. A rede de saúde instalada na cidade é suficiente para servir de ambiente prático, conforme Jassiane. O serviço público municipal conta com 90 unidades de saúde da família, 12 do modelo básico, oito centros especializados e uma UPA 24 horas, além de uma maternidade de alto risco em construção. Além disso, no território há UPA estadual, um hospital também do Estado e três conveniados ao SUS. “Nossa rede já é campo de estágio e formação prática de estudantes de medicina e de outras áreas da saúde”, informa a secretária municipal. O sistema recebe estudantes da UPE, UFPE, Faculdade Pernambucana de Saúde e deve estabelecer convênio com a Faculdade Medicina de Campina Grande (PB). O município também está se habilitando para receber cursos de residência médica, assim como já ocorre no Recife. “É importante a integração do serviço com o ensino e, com isso, esperamos absorver profissionais formados aqui”, explica a secretária. Em Pernambuco, oferecem cursos médicos a UPE (Recife, Garanhuns e Serra Talhada), UFPE (Recife e Caruaru), além da FPS, Maurício de Nassau e mais recentemente a Unicap, todas na capital.

UPA abreta pela Prefeitura de Jaboatão este ano, em Sotave/ Divulgação

UPA aberta pela Prefeitura de Jaboatão este ano, em Sotave/ Divulgação

 

 

Share

Postado por Verônica Almeida

Palavras-chave

enviar para um amigo

Caps regionalizados para suprir a carência psicossocial

Publicado em 18/09/2014, Às 5:12

Começou nesta quarta-feira (17/09) no Recife e prossegue, nesta quinta (18/09), em Olinda (na Aeso), um seminário para discutir a rede de assistência psicossocial. É promovido pela Gerência Estadual de Saúde Mental e pelo Conselho dos Secretários Municipais de Saúde, que vêm sendo pressionados pelo Ministério Público a dar soluções nesse campo. São diárias as queixas da população, com tratamento limitado no SUS para neurose, psicose ou dependência química. Seguindo orientação do Ministério da Saúde, o Estado já desenhou uma rede regionalizada de Caps, para facilitar a implantação desses centros, onde o usuário recebe tratamento multidisciplinar e deve ser acolhido também nos surtos. A União concede incentivo financeiro para a construção do espaço, mas até o momento só atendeu 10% dos pedidos municipais. Além das limitações financeiras, é preciso superar as diferenças políticas entre as cidades, entrave que no passado atrapalhou a formação de consórcios para urgências gerais.

 

Tycanori

JC – Por que a rede de Caps é limitada?
* ROBERTO TYCANORI – Detectamos que os municípios precisam de apoio financeiro, além do que esperávamos, para implantar as unidades. Também faltam psiquiatras no mercado e o número de assistentes sociais e enfermeiros especializados é insuficiente. A regionalização, com serviços operados por fundações ou consórcios intermunicipais, é uma solução. Precisamos de mais vagas de residência em psiquiatria. 
* Tycanori é coordenador nacional de Saúde Mental e está em Pernambuco particiando do seminário

Share

Postado por Verônica Almeida

Palavras-chave

enviar para um amigo

Fotos do dia

Brincadeiras tradicionais ao ar livre (aniversário de Ana Beatriz Diniz)
Diana Penante/ Divulgação

> JC Imagem

Brincadeiras tradicionais ao ar livre (aniversário de Ana Beatriz Diniz)Ana Beatriz (aniversariante, de lilás) confraterniza com amiguinhaBrincadeiras tradicionais ao ar livre (aniversário de Ana Beatriz Diniz)Brincadeiras tradicionais ao ar livre (aniversário de Ana Beatriz Diniz)Lembrancinhas (aniversário de Ana Beatriz Diniz)

Coluna no Twitter

OFERTAS
OFERTAS
Facebook Twitter RSS Youtube
Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM