Jornal do Commercio
foto Verônica AlmeidaTudo sobre saúde pública de Pernambuco.
  • Tamanho do texto:
  • A-
  • A+

Idosos acamados serão vacinados contra a gripe em casa

Publicado em 24/04/2015, Às 22:24

Jc Online

Crianças de 6 meses a menos de 5 anos devem ser vacinadas nos postos/ Jc Online

A vacinação contra a gripe, que começa segunda-feira  (27/04) e vai até o dia 22 de maio, dará cobertura aos idosos acamados. No Recife, a Secretaria Municipal de Saúde informa que esse público especial corresponde a 10% dos 341 mil  convocados para a imunização. Técnicos de enfermagem visitarão as casas a partir desta segunda.

Segundo a Secretaria de Saúde do Recife, todas as unidades de Saúde da Família (incluindo as Upinhas 24h e Dia), as unidades básicas e policlínicas da estarão vacinando das  8h às 17h, de segunda a sexta-feira. A meta é imunizar 80%, ao menos, dos convocados. O Dia D será no sábado, 9 de maio.

A vacina que protege contra três vírus (dois sazonais e o H1N1) é indicada para crianças de seis meses a menores de cinco anos, gestantes, mulheres que tiveram filhos há menos de 45 dias, trabalhadores de saúde, povos indígenas, idosos acima de 60 anos, pessoas privadas de liberdade, funcionários do sistema prisional e portadores de  doenças crônicas.

No ano passado, segundo especialistas em imunização, a eficácia da vacina foi abaixo do esperado, mas, mesmo assim, ela teria contribuído na redução de internações e mortes por influenza.

Campanha

 

 

Share

Postado por Verônica Almeida

Palavras-chave

enviar para um amigo

Secretários Municipais de Saúde são contra as terceirizações

Publicado em 24/04/2015, Às 11:04

Alberto Lima/Divulgação/  Secretaria de Saúde de Paulista

Alberto Lima é um dos dirigentes do Cosems-PE/Divulgação/ Secretaria de Saúde de Paulista

Embora Pernambuco tenha uma grande rede pública estadual de saúde com gestão por organizações sociais, os secretários municipais de Saúde são contra a terceirização nas atividades fins (a de assistência direta ao doente), como permite o Projeto de Lei 4330/04, aprovado na Câmara dos Deputados na quarta-feira (dia 22/04). O repúdio à proposta está numa carta elaborada no congresso realizado pelo Conselho dos Secretários Municipais (Cosems-PE), no último fim de semana, em Pesqueira, Agreste do Estado.

Segundo o secretário de Saúde de Paulista, dirigente da primeira região do Cosems-PE, mesmo com a aprovação do projeto pela Câmara, o Conselho dos Secretários Municipais de Saúde vai insistir na mobilização, na expectativa de evitar que a proposta entre em vigor. “Nosso documento será  distribuído ao Congresso Nacional, à Associação Municipalista de Pernambuco, ao Ministério da Saúde, Ministério Público, Presidência da República e aos Conselhos Estadual e Nacional de Saúde”, adiantou. O PL ainda irá ao Senado.

Lima explica que a terceirização gera a inclusão de mais uma categoria no SUS, que já convive com servidores de diferentes vínculos (estadual, municipal e federal, por exemplo), recebendo salários diferenciados para a mesma função.

UPA da Prefeitura de Jaboatão, em Sotave, é a única municipal com administração direta no Estado/ Divulgação

UPA da Prefeitura de Jaboatão, em Sotave, é a única municipal em Pernambuco e tem administração direta da prefeitura/ Divulgação

A preocupação dos secretários municipais é também com a precarização do trabalho, interferência política e consequente perda na qualidade dos serviços do SUS. A terceirização de atividades fins abre caminho para que prefeituras optem pelo modelo ao contratar médicos, enfermeiros, dentistas e outros profissionais de saúde sem concurso. Haveria aí uma brecha para incluir os afilhados políticos e o risco de alta rotatividade num setor que precisa de servidores competentes, em constante atualização e integração com a comunidade nos postos de saúde, hospitais e policlínicas. Hoje, os gestores municiais já terceirizam serviços de limpeza e segurança na saúde pública.

sus

Leia a carta na íntegra:

CARTA DOS SECRETÁRIOS MUNICIPAIS DE SAÚDE DE PERNAMBUCO

Os Secretários e as Secretárias Municipais de Saúde do Estado de Pernambuco reunidos no VII Congresso de Secretarias Municipais de Saúde de PE e 62º Encontro de Secretários Municipais de Saúde de Pernambuco, no período de 15 a 17 de Abril de 2015, na cidade de Pesqueira, apresentam um conjunto de preocupações, desafios e compromissos para que o Sistema Único de Saúde (SUS) seja de fato o que a Constituição determina e o povo tem direito e quer: um sistema público de saúde qualificado, universal, integral e equânime e sob o controle popular. A Carta de Pesqueira define que:

a) O Projeto de Emenda Constitucional 451, que tramita atualmente no Congresso Nacional, é um retrocesso inominável ao direito à saúde, uma volta à segmentação social da época da ditadura;

b) Repudia o projeto de lei 4330/04 que tramita na Câmara dos Deputados, alterando as relações de trabalho com terceirizações nas atividades fins. Afirma que este PL afetará o desempenho dos serviços de saúde, precarizará ainda mais o processo de trabalho e aumento da ocorrência de acidentes e mortes no trabalho.

c) É contra o Decreto Legislativo 33/2015: apresentado pelos senadores Cassio Cunha Lima e Aloysio Nunes, tem como objetivo invalidar o termo de cooperação firmado pelo Ministério da Saúde com a Organização Pan-Americana da Saúde (OPAS), que garante a participação de médicos cubanos no Programa Mais Médicos.

d) Chama atenção sobre o subfinanciamento do setor público da saúde;

e) Apresenta o centralismo e o processo burocrático do Ministério da Saúde, cobra maior participação do Governo Estadual no financiamento da Saúde e tem uma grande preocupação com a judicialização da saúde.

Os Secretários Municipais de Saúde de Pernambuco ainda apresentaram os avanços da gestão municipal da saúde, bem como as alternativas para continuar avançando na construção do SUS.

Leia mais sobre o PL 4330 em 

http://www2.camara.leg.br/camaranoticias/noticias/TRABALHO-E-PREVIDENCIA/486410-CAMARA-APROVOU-EXTENSAO-DE-DIREITOS-A-TERCEIRIZADOS-DO-SETOR-PUBLICO.html

http://www2.camara.leg.br/camaranoticias/noticias/TRABALHO-E-PREVIDENCIA/486413-CAMARA-APROVA-PROJETO-QUE-PERMITE-TERCEIRIZACAO-DA-ATIVIDADE-FIM-DE-EMPRESA.html

Share

Postado por Verônica Almeida

Palavras-chave

enviar para um amigo

Vacinação contra a gripe começa dia 27

Publicado em 24/04/2015, Às 8:29

Vacinação contra gripe atenderá crianças/Clemilson Campos/Arquivo Jc Imagem

Vacinação contra gripe atenderá crianças/Clemilson Campos/Arquivo Jc Imagem

A partir desta segunda-feira (27/04) 2,09 milhões de pernambucanos estarão convocados para se vacinar contra a gripe. Na mais nova campanha contra  influenza devem ser imunizados até 22 de maio  “crianças de 6 meses a menores de 5 anos, gestantes, puérperas, trabalhadores de saúde, povos indígenas, idosos, população privada de liberdade, funcionários do sistema prisional e pessoas portadoras de doenças crônicas não transmissíveis e outras condições clínicas especiais (diabetes, transplantadores, obesos, doentes cardíacos/renais/hepáticos/neurológicos crônicos, entre outros),” informa a Secretaria Estadual de Saúde.

Ana Catarina Melo, coordenadora estadual de Imunizações, explica que a vacina protege contra três vírus, diminuindo complicações, internamentos e mortes. “A vacinação do grupo de risco clínico com comorbidades deve ser feito nos postos de vacinação mediante apresentação de prescrição médica especificando o motivo da indicação da vacina. Pacientes já cadastrados em programas de controle das doenças crônicas do SUS devem se dirigir aos postos que estão cadastrados para receberem a vacina”, reforça . Serão mais de 10 mil postos funcionando no Estado.

Idosos também devem comparecer aos postos/ Jc Imagem

Idosos também devem comparecer aos postos/ Jconline

A proteção é contra dois vírus da gripe sazonal , a comum, e o H1N1. Está contra-indicada para quem tem alergia a ovo e hipersensibilidade a algum dos componentes da vacina. Pessoas com febre moderada ou grave devem esperar a  melhora do quadro.

Quer conhecer as vacinas recomendadas para sua idade pela Sociedade Brasileira de Imunizações? Acesse http://www.sbim.org.br/vacinacao/

Share

Postado por Verônica Almeida

Palavras-chave

enviar para um amigo

Você já mediu sua pressão aórtica?

Publicado em 24/04/2015, Às 6:48

Sílvio Paffer diz que nova medida de pressão é promissora/ Ricardo Labastier/ Jc Imagem

Sílvio Paffer diz que nova medida de pressão é promissora/ Ricardo Labastier/ Jc Imagem

Às vésperas do  Dia Nacional de Combate à Hipertensão (26/04), o cardiologista Sílvio Paffer, diretor do Centro Ermírio de Moares, da rede municipal do Recife, anuncia que vem aí a  medida da pressão central ou aórtica, uma novidade promissora. Em vez do tradicional tensiômetro usado no braço, a opção seria um sensor de pulso que calcula a pressão mais próxima do coração. Diagnosticar, tratar e medir regularmente a pressão são essenciais para evitar complicações.

São mais de 11 mil internações por ano em Pernambuco relacionados ao problema. O infarto causou 5.397 mortes em 2013, segundo a Secretaria Estadual de Saúde. Por isso, a preocupação deve ser também com a prevenção. Tornar ambientes livres do fumo, controlar o sal de alimentos, estimular atividades físicas, já adotados, são louváveis.  A consciência individual é mais fácil quando o espaço urbano também inspira novos hábitos. Menos poluição, menos estresse, mais cultura e mais amor também relaxam nossas artérias, assim como uma boa assistência no SUS, primária e especializada.

Campanha da Sociedade Brasielira de Cardiologia

Campanha da Sociedade Brasielira de Cardiologia

Leia artigo completo escrito pelo especialista:

 

Dia Nacional de Combate à Hipertensão

Sílvio Paffer

A hipertensão arterial é definida pela elevação persistente dos níveis tensionais, sendo o valor considerado normal da pressão como sendo abaixo de 140×90 (ou 14 por 9 como é popularmente conhecido), sendo o nível ideal para a pressão como sendo “12 por 8″. Como consequência de uma pressão arterial não controlada nestes níveis propostos, podem acontecer lesões nos chamados “órgãos-alvo”, como o cérebro, coração, rins, retina e vasos sanguíneos, levando à doenças como o derrame e o infarto do miocárdio, por exemplo. Por este fato, diz-se que a hipertensão é ao mesmo tempo uma doença e também é fator de risco para outras doenças. Sabe-se que as doenças cardiovasculares são as principais causas de óbito em todo o mundo, sendo a hipertensão um importante fator para este fato.

Um dos grandes problemas da hipertensão é que os pacientes que sofrem desta doença normalmente são assintomáticos, ou seja, não sentem absolutamente nada, daí a mesma também ser conhecida como a “assassina silenciosa”. Não é incomum os pacientes descobrirem a patologia justamente quando já sofreram um derrame ou um infarto. Estima-se que no Brasil existam mais de 30 milhões de hipertensos, o que torna a hipertensão um problema de saúde pública, principalmente porque a nossa população encontra-se com uma perspectiva de vida em ascensão e a hipertensão torna-se mais frequente com o avançar da idade, com estimativas de estar presente em 50% das pessoas acima dos 60 anos e cerca de 75% entre aquelas com mais de 70 anos. Outro grande problema é que se estima que apenas 30% deste contingente esteja com sua pressão controlada.

Entretanto, é importante ter-se em mente que esta patologia pode acontecer em qualquer faixa etária, inclusive em crianças, e que quanto maior o tempo de exposição à doença, chamada de “vida hipertensa”, maior a chance de complicações nos órgãos-alvo anteriormente mencionados. Outro grande problema no controle da hipertensão arterial é a baixa adesão por parte dos pacientes ao tratamento, uma vez que é uma doença crônica, sem cura, que requer tratamento para o resto da vida, que não produz sintomas na grande maioria dos pacientes. É bastante comum o abandono do tratamento pelo fato de o paciente achar-se curado já que não está sentindo nada, porém esquecem que não sentiam nada desde à época quando foi feito o diagnóstico. 

sou

Entre os principais fatores de risco para o desenvolvimento da hipertensão, destacam- se a idade avançada, indivíduos afro-descendentes, sobrepeso e obesidade, consumo excessivo de sal e álcool, sedentarismo e genética (parentes de primeiro grau hipertensos). Um fator que vem sendo estudado com mais ênfase ultimamente é a relação entre a apneia do sono e a hipertensão. Pessoas que normalmente roncam e fazem pausas na respiração durante o sono (apneia) são mais propensas a sofrer de hipertensão e, além disto, têm uma hipertensão mais difícil de ser controlada com medicação, sendo necessário realizar um exame chamado polissonografia para fazer o diagnóstico da apneia e, dependendo do caso, tratar, geralmente com o uso de um aparelho chamado CPAP, que vai restaurar a respiração normal durante o sono.  

Outra novidade no campo da hipertensão é o estudo não invasivo da pressão central. Muitas vezes, a pressão que obtemos com a aferição com os aparelhos comumente utilizado nos consultórios (os populares “tensiômetros”) podem não refletir a pressão que realmente é a verdadeira, na aorta, principal vaso de nosso organismo. Algumas pessoas antes de apresentar níveis de pressão alterados detectados pelo tensiômetro normal podem já ter seu diagnóstico através desta avaliação da pressão central, bem como alguns medicamentos que acreditavam ser benéficos em reduzir a pressão arterial, controlada pelos tensiômetros habituais podem, na verdade, não ser eficazes quando feito a avaliação da pressão central, sendo este um campo bastante promissor a ser incorporado na prática clínica diária, sendo objeto de vários estudos em andamento.

1

 

Share

Postado por Verônica Almeida

enviar para um amigo

Entidades médicas protestam contra redução da maioridade penal

Publicado em 23/04/2015, Às 12:48

Reunião na Comissão de Direitos Humanos do Senado/ Site do Senado

Mariza (à esquerda), do CFP, na audiência, nesta quinta (23/04),  na Comissão de Direitos Humanos do Senado/ Site do Senado

O Conselho Regional de Medicina, o Sindicato dos Médicos de Pernambuco e a  Associação Médica do Estado estão convidando a  sociedade e entidades de defesa da cidadania para uma manifestação, nesta sexta-feira (24/04), contra a redução da maioridade penal. O protesto,  contrário à Proposta de Emenda Constitucional (PEC) 171/1993, que prevê a redução da maioridade penal para 16 anos, será  às 10h, na sede do Cremepe, na Rua Conselheiro Portela, 203, Espinheiro. Outros profissionais de saúde também são contrários à redução, como os psicólogos.

“No Brasil, crianças e adolescentes que vivem em um cenário de pobreza e discriminação são as vítimas da violência em um país que não investe em educação, saúde e lazer.Adolescentes não são adultos. Eles possuem uma condição especial de desenvolvimento biopsicossocial. Sua inserção em sistemas carcerários não vai contribuir para o processo de reeducação e reintegração à sociedade. Elas já são assistidas pelo Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA), que prevê programas socioeducativos com esta finalidade”< explica o presidente do Cremepe, Sílvio Rodrigues. Ele alega que “os artigos constitucionais de proteção às crianças e aos adolescentes ratificados pelo ECA são cláusulas pétreas e sua alteração configura um retrocesso à democracia e aos direitos na infância”.

Sílvio Rodrigues defende Estatuto da Criança/ JC Imagem

Sílvio Rodrigues defende Estatuto da Criança/ JC Imagem

De acordo com o Crempe,a ideia é elaborar  um documento por todas as entidades presentes e encaminhá-lo aos poderes Legislativo, Executivo e Judiciário. Acontece nesta manhã, em Brasília, uma audiência pública na Comissão de Direitos Humanos do Senado Federal sobre o assunto, na qual a presidente do  Conselho Federal de Psicologia (CFP), Mariza Borges, também apresentou razões para ser contrária à mudança.   Requerida pelo senador Paulo Paim (PT/RS), a audiência pode ser assistida por meio da TV Senado ou pelo portal da casa legislativa na internet.  http://www.senado.gov.br/noticias/tv/canais.asp

“O CFP é contrário à medida e reafirma que esta não reduzirá a violência nem suas causas, mas desviará a atenção do problema real – que depende da adoção de políticas sociais efetivas. Dessa maneira, o Estado, a sociedade e a família devem procurar cumprir adequadamente seu dever de assegurar, com absoluta prioridade, os direitos da criança e do adolescente. As contribuições da profissão à construção do Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA) – que comemora 25 anos de existência em 2015 – e do Sistema Nacional Socioeducativo (SINASE) refletem a compreensão de que crianças e adolescentes são sujeitos de direitos em desenvolvimento. Portanto, por estarem em um período de transformações, as soluções devem ser pensadas em uma perspectiva educativa – do ponto de vista emocional e social”, diz nota divulgada pelo conselho dos psicólogos.

Leia também artigo sobre o tema:

http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1414-98932006000400011&lng=pt&nrm=iso

Share

Postado por Verônica Almeida

enviar para um amigo

Mutirão de oftalmologia neste sábado na Altino Ventura

Publicado em 22/04/2015, Às 19:06

A Fundação Altino Ventura, principal referência do SUS em oftalmologia em Pernambuco, vai relizar um mutirão de exames e consultas neste sábado (25/04). Serão atendidos 500 pacientes, já cadastrados na unidade, e que estão em fila de espera para tratar preferencialmente refração, pterígio e glaucoma, informa a unidade.

Os mutirões serão mensais, informa a FAV, semprecomeando  às 6h. Neste sábado, serão 15 oftalmologistas e outros 50 profissionais atendendo o público em três prédios, no bairro da Boa Vista, Centro do Recife.

A ação vai acontecer em sete consultórios da FAV 1, cinco na FAV 2 e mais três do Polo de Retina, localizados na Rua da Soledade, 170, Boa Vista.  Ao longo desta semana, os pacientes serão contactados pelo setor de marcação da fundação, adianta a entidade.

Share

Postado por Verônica Almeida

Palavras-chave

enviar para um amigo

Virose com mancha vermelha na pele deve ser registrada como dengue

Publicado em 22/04/2015, Às 14:45

Manchas vermelhas podem sinalizar dengue/ Bobby Fabisak/ JC Imagem

Manchas vermelhas podem sinalizar dengue/ Bobby Fabisak/ JC Imagem

Todas os casos de virose, com manchas avermelhadas na pele, acompanhadas ou não de febre e outros sintomas, devem ser  registrados pelos médicos como  suspeitos de dengue. A orientação é da Secretaria de Saúde de Pernambuco, que está sendo encaminhada nesta quarta semana de abril às secretarias municipais de saúde e serviços médicos de todo o Estado.

“Desde janeiro, o Estado vem verificando, em todas as regiões, casos atípicos de doença exantemática que não se enquadra nas definições preconizadas pelo Ministério da Saúde para dengue e outras doenças de notificação obrigatória.Contudo, até o momento, pelas amostras analisadas pelo Lacen-PE, laboratório de referência estadual, foram confirmados apenas casos de dengue”, diz informe divulgado há pouco, nesta quarta-feira (22/04) pela Secretaria Estadual de Saúde. A preocupação é com o diagnóstico precoce e a hidratação, importantes para evitar complicações e morte pela doença transmitida pelo Aedes aegypti.

Exames vão ajudar na precisão do diagnóstico/ JC Imagem

Exames vão ajudar na precisão do diagnóstico/ JC Imagem

Claudenice Pontes, coordenadora do combate à dengue no Estado, afirma que os doentes  devem ir a uma unidade básica de saúde para que seja iniciado o tratamento, evitando que a doença se agrave. “Além disso, a notificação do caso é obrigatória em todo o serviço de saúde e ajuda a orientar as ações de campo para evitar que novos casos ocorram e para nortear as investigações que estão sendo realizadas pela SES”, completa no material divulgado à mídia pela SES. Segundo a coordenadora, apesar da presença de edema articular em alguns casos, não tem ocorrido chicungunha, doença com  dores mais fortes e que pode durar meses.

A investigação de casos atípicos, feita no Estado, auxilia o Ministério da Saúde a montar plano de investigação para o Nordeste. Nove unidades sentinelas em Olinda, Jaboatão dos Guararapes, São Lourenço da Mata e Recife estão fazendo coletas de amostras de sangue de pessoas que estão  até o terceiro dia de doença.  Além da SES, o trabalho tem  apoio das secretarias municipais de Saúde de Olinda, Jaboatão dos Guararapes, São Lourenço da Mata e Recife, do Lacen-PE e do Centro de Pesquisa Aggeu Magalhães, unidade da Fiocruz em Pernambuco.

Infectologista ensina como tratar a nova dengue:

 

 

Share

Postado por Verônica Almeida

Palavras-chave

enviar para um amigo

Pedale e caminhe para evitar hipertensão

Publicado em 22/04/2015, Às 11:47

Alessandro Spinelli, ex-ala da Seleção Pernambucanan de Basquete, aderiu á bicicleta para controlar a pressão/ Foto de Fernando da Hora/JC Imagem

Alessandro Spinelli, ex-ala da Seleção Pernambucanan de Basquete, aderiu á bicicleta para controlar a pressão/ Foto de Fernando da Hora/JC Imagem

O ex-jogador da Seleção Pernambucana de Basquete Alessandro Spinelli, 45 anos, está voltando às quadras. Mas dessa vez a competição é consigo mesmo, contra o sobrepeso e a pressão alta. Nessa luta diária, ele acrescentou o ciclismo pelo menos uma vez por semana. O atleta que brilhou na década de 1980 adota hábitos saudáveis na sua rotina atual. É o exemplo que os cardiologistas recomendam esta semana, na campanha educativa em torno do Dia Nacional de Combate e Prevenção da Hipertensão Arterial (26 de abril).

A doença atinge mais de um quarto dos adultos pernambucanos, segundo pesquisa do Ministério da Saúde. No domingo, a Sociedade Brasileira de Cardiologia (seção regional) e o Real Hospital Português farão ação das 7h às 11h no Terceiro Jardim da Praia de Boa Viagem.

Pedalar e fazer outros exercícios  são benéficos ao controle da pressão/ Foto de Fernando da Hora

Pedalar e fazer outros exercícios são benéficos ao controle da pressão/ Foto de Fernando da Hora

“Estou com peso acima do normal e na minha família a hipertensão é hereditária”, explica Alessandro, flagrado no dia 21 de abril (feriado) pedalando na ciclofaixa do Centro do Recife. O engenheiro e ex-ala da Seleção Pernambucana de Basquete têm consciência do poder do exercício físico associado à dieta no controle da pressão, na redução do peso e prevenção de outros problemas metabólicos e cardiovasculares. Ele descobriu a pressão alta aos 36 anos e vem tentando mantê-la sob controle.
O carpinteiro Alexandre Gomes, 25, neto de hipertensa e diabética, não quer entrar para a mesma lista. Por isso, faz musculação e caminhadas diárias, antes ou depois do trabalho. “Ocupo duas horas com atividade física. Além de prevenir a pressão alta, sinto-me mais disposto”, conta o usuário do Parque 13 de Maio, no Centro do Recife. Ele tem o peso controlado e associa ao feijão, arroz e carne, frutas e legumes. Sal e açúcar só em pouca quantidade, destaca.
“Uma pessoa hipertensa precisa de hábitos saudáveis. A principal recomendação é fazer atividade física regularmente, mas é preciso ter alimentação saudável, reduzir o consumo de sal, parar de fumar e diminuir a ingestão de bebida alcoólica”, explica o médico cardiologista Silvio Paffer, diretor-geral do Centro Médico Ermírio de Moraes, serviço especializado em hipertensão e diabete da rede municipal de saúde, no Recife. Segundo ele, um dos problemas para controle da hipertensão é a baixa adesão dos pacientes ao tratamento.
Na sexta-feira (24/04) , a ação será no Parque da Jaqueira, Zona Norte. Equipes da Academia da Cidade a partir das 6h30 ministrarão aula focada no controle da pressão. No mesmo dia, profissionais do Centro Médico Ermírio de Moraes vão estar no local, avaliando o público e orientando como prevenir e tratar a hipertensão.

Na semana passada, o Ministério da Saúde divulgou pesquisa mostrando uma melhor adesão dos brasileiros a hábitos saudáveis. Confira:

 

Share

Postado por Verônica Almeida

Palavras-chave

enviar para um amigo

No Recife, 1.209 focos do Aedes são eliminados em 2 dias

Publicado em 22/04/2015, Às 6:01

Agente tampa reservatório no Recife/ Foto de Ricardo Labastier/ Jc Imagem

Agente tampa reservatório no Recife/ Foto de Ricardo Labastier/ Jc Imagem

Em apenas dois dias de inspeção especial, agentes de saúde ambiental do Recife eliminaram 1.209 criadouros domésticos do mosquito Aedes aegypti, transmissor de dengue. O trabalho foi realizado no último fim de semana, adotando não só larvicida biológico em reservatórios d’água, mas inclusive inseticida químico contra as muriçocas adultas, o fumacê.
Para evitar a formação de novos focos e eliminar os ainda existentes, a prefeitura e o Sindicato da Indústria da Construção Civil (Sinduscon) dão andamento, hoje, a uma ação educativa nos canteiros de obra. O último boletim da doença aponta para 5.641 doentes suspeitos desde janeiro, um aumento de 796,8% em relação ao mesmo período de 2014.

Ténica da Saúde do Recife orienta trabalhadores da construção civil/ Foto de Daniel Tavares/ divulgação PCR

Ténica da Saúde do Recife orienta trabalhadores da construção civil/ Foto de Daniel Tavares/ divulgação PCR

Nesta quarta (22/04), às 10h30, pedreiros e outros profissionais da construção civil que atuam numa obra no bairro de Santo Amaro, no Empresarial Camilo Brito, na Rua Arnóbio Marques, próximo ao Hospital Universitário Oswaldo Cruz (Huoc), vão aprender como evitar focos do Aedes enquanto trabalham. É que restos de material e utensílios que podem reter água da chuva ou da obra podem se tornar criadouros facilmente. Na semana passada, outro grupo de trabalhadores, em Boa Viagem, também passou pela mesma capacitação da Secretaria Municipal de Saúde.
No último fim de semana, 143 agentes de saúde ambiental e controle de endemias estiveram em 3.852 imóveis de 14 bairros, em busca de focos do mosquito transmissor. O trabalho aos sábados e domingos foi instituído desde o final de fevereiro, como reforço às ações rotineiras, em razão da epidemia.
Os 1.209 criadouros estavam distribuídos entre esses imóveis. O inseticida foi aplicado em locais próximos às residências afetadas, utilizando o fumacê. O chamado tratamento espacial foi aplicado no Centro Esportivo Santos Dummont, em Boa Viagem, e num galpão da Secretaria de Defesa Social, em Santo Amaro, área central do Recife. Desde o início do ano o número de casos da doença está acima do limite máximo calculado para o período. Cohab, na Zona Sul, e Água Fria e Vasco da Gama, na Zona Norte, lideram na concentração de doentes.

Share

Postado por Verônica Almeida

enviar para um amigo

Protesto em defesa da UPE e de seus hospitais

Publicado em 21/04/2015, Às 19:11

Servidores t~em feito manifestos em defesa do Cisam/ Divulgação Sindupe

Servidores têm feito manifestos em defesa do Cisam(UPE) / Divulgação Sindupe

Na manhã desta quarta (22/04), a partir das 7h,  funcionários da Universidade de Pernambuco (UPE) promovem ato, na Avenida Agamenon Magalhães, no Derby, em defesa dos três hospitais universitários estaduais (Cisam, Oswaldo Cruz e Procape) e das faculdades da instituição.
Eles exigem melhores condições de trabalho, com ampliação do quadro de profissionais no Cisam no Oswaldo Cruz, por exemplo, além de exigirem reestruturação da carreira dos trabalhadores. O manifesto é liderado pelo Sindicato dos Servidores da UPE. Dirigentes da entidade entregaram um documento com reivindicações à pró-reitora de Desenvolvimento de Pessoa (Prodep), Vera Gregório.
A superlotação na Maternidade da Encruzilhada, no Cisam, e outros problemas na unidade, já levaram o sindicato a pedir a interdição ética do local a conselhos profissionais da área de saúde. No próximo dia 30 haverá uma assembleia específica para o servidores da casa.

(Divulgação/ Sindupe)

(Divulgação/ Sindupe)

 

Share

Postado por Verônica Almeida

Palavras-chave

enviar para um amigo

Fotos do dia

Contenção de encosta no Alto do Sol Nascente, em Olinda, é uma obra da Operação Inverno 2015
Foto: Sérgio Bernardo/JC Imagem

> JC Imagem

Contenção de encosta no Alto do Sol Nascente, em Olinda, é uma obra da Operação Inverno 2015 Contenção de encosta no Alto do Sol Nascente, em Olinda, é uma obra da Operação Inverno 2015 Contenção de encosta no Alto do Sol Nascente, em Olinda, é uma obra da Operação Inverno 2015 Barreira protegida e Rua Arco pavimentada no Alto do Sol Nascente, em OlindaOlinda tem dois mil pontos de risco em morros à espera de intervenções

Coluna no Twitter

OFERTAS
OFERTAS
Facebook Twitter RSS Youtube
Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM