Jornal do Commercio
foto Fernando CastilhoUma visão crítica obre a economia pernambucana, brasileira e mundial.
  • Tamanho do texto:
  • A-
  • A+

Primeiro semestre registra crescimento no varejo da RMR

Publicado em 30/07/2012, Às 20:40

Federação do Comércio de Pernambuco (Fecomércio-PE) fechou o balanço do varejo neste primeiro semestre de 2012. As vendas da Região Metropolitana do Recife (RMR) cresceram mais de 1,7% no primeiro semestre de 2012, na comparação com 2011.

O crescimento não foi maior porque foi freado pela queda de quase 19% nas vendas das concessionárias de veículos. Se estas não forem consideradas, o aumento no faturamento atinge 7,2%. Afora o ramo de automóveis, os demais apresentaram resultados positivos no primeiro semestre, com destaque para lojas de utilidades domésticas e materiais de construção, que incrementaram seu faturamento em mais de 10%.

O bom desempenho do varejo em 2012 também pode ser aferido pelo confronto das vendas de junho deste ano com o mesmo mês em 2011: dos treze ramos acompanhados pela Fecomércio-PE, somente decresceram as vendas das concessionárias de veículos e informática e os melhores resultados foram os de materiais de construção e lojas de utilidades domésticas, que dividem com as livrarias e papelarias os melhores resultados nesta comparação.

No cotejo de junho com maio, o faturamento do comércio cresceu 2,3%. Verificou-se um grande crescimento das vendas de automóveis, que aumentaram mais de 16%, e mesmo assim não foi suficiente para reverter o mau desempenho no ano. Todavia, o grande destaque na comparação com maio é o ramo de calçados, que teve aumento de quase 30% nas vendas.

Este resultado repete o desempenho registrado em anos anteriores e pode ser explicado pelo aumento da demanda no Dia dos Namorados somada àquela proveniente dos “arrasta-pés” típicos do período junino.

O bom resultado das vendas reflete-se na massa salarial e no emprego gerados pelo varejo. “No acumulado do ano, a massa de salários aumentou mais de 8% em termos reais, percentual que se aproxima de 10% quando se deixa de fora as concessionárias de veículos, enquanto o número de empregados aumentou 2,8%”, explica o consultor da Fecomércio, Luiz Kehrle.

Tanto na comparação com o ano passado quanto com o mês anterior, os resultados de junho foram positivos tanto para o crescimento da massa salarial quanto para a geração de empregos.

Postado por Fernando Castilho

enviar para um amigo

Comentar

Fotos do dia

Imprudência nas ruas do Cabo
Foto: Guga Matos/JC Imagem

> JC Imagem

Imprudência nas ruas do CaboÉ fácil encontrar pessoas guiando e falando ao celularUso de capacete é raroEscapamentos são modificados para fazer mais barulhoImprudência nas ruas do Cabo

Arquivos da Coluna

Coluna no Twitter

OFERTAS
OFERTAS
Facebook Twitter RSS Youtube
Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM