Jornal do Commercio
foto Roberta SoaresUm novo olhar sobre o trânsito em Pernambuco
  • Tamanho do texto:
  • A-
  • A+

Posts com a tag estrada da batalha

É por isso que não precisamos de mais viadutos…

Publicado em 20/08/2013, Às 15:54

Fotos: Hélia Scheppa/JC Imagem

Fotos: Hélia Scheppa/JC Imagem

 

Viaduto_Batalha_HS1

 

Por Handerley Souza (hpsouza@jc.com.br)

da Editoria de Cidades, do JC
O que deveria ser um espaço dedicado ao lazer e à diversão virou uma dor de cabeça para moradores de Prazeres, Jaboatão dos Guararapes. Inaugurada em agosto do ano passado, a Praça Monumental, construída embaixo do viaduto Prefeito Geraldo Melo, no cruzamento da Avenida Barreto de Menezes com a Estrada da Batalha, está entregue às baratas. Sujeira e vandalismo compõem a paisagem do espaço.
Por onde se passa é possível perceber as marcas do descaso. Na área reservada à brincadeira das crianças, balanços e escorregadores estão danificados e o mato crescido. Cachorros circulam livremente pela espaço, oferecendo risco de contaminação.

Outro problema de saúde pública é a quantidade de dejetos e urina humanos espalhados por toda parte. O cheiro forte afasta quem ousa sentar nos bancos para descansar. Os quatro banheiros públicos que poderiam evitar a imundície estão trancados. Os boxes feitos para abrigar as lanchonetes também estão fechados e cheios de pichações. O posto de saúde não funciona. Os vidros estão quebrados e há dejetos e urina. A iluminação é precária. Segundo os moradores, a maioria dos 43 refletores não funciona, pois parte da fiação foi roubada.

Os frequentadores da área de lazer vão mais além e denunciam. Apesar de contar com um posto policial 24 horas, a Praça Monumental virou ponto de consumo de drogas. Não demorou muito para mendigos e usuários de entorpecentes adotarem o espaço como moradia.
“A situação aqui é deplorável. A população sofre bastante. Recentemente, uma grávida precisou usar o banheiro, mas as portas estavam fechadas. Duas amigas tiveram de estender uma toalha para que a mulher urinasse aqui mesmo”, afirmou o aposentado Porfírio da Silva, 75 anos. Todos os dias ele se reúne com os amigos para uma partida de dominó.

Viaduto_Batalha_HS2

 

Segundo o aposentado, a circulação de qualquer pessoa pelo local se tornou aventura perigosa.  “Infelizmente, é muito arriscado andar por aqui, principalmente à noite. O absurdo é tão grande que muita gente faz até sexo no meio da praça, às vistas de todos”, reclamou. Jair Bira Pereira da Silva, 47, gosta de jogar futebol no local, mas lamenta as condições das duas quadras poliesportivas. “As condições estão precárias. O piso das laterais está afundando, deixando os tijolos soltos. Isso é um perigo porque pode se tornar uma arma letal, em casos de briga entre os jogadores”, alertou.

A Prefeitura de Jaboatão avisa que ainda não recebeu a obra do governo do Estado. Mesmo assim, garante, representantes das secretarias envolvidas no assunto vão se reunir com representantes do Departamento de Estradas de Rodagem (DER) para buscar uma solução. Até as 18h de ontem, o DER não respondeu que medidas poderão ser adotadas.

Viaduto_Batalha_HS3

 

Postado por Roberta Soares

enviar para um amigo

Pedestres sem vez em Jaboatão dos Guararapes

Publicado em 30/10/2012, Às 10:00

Fotos: Bobby Fabisak/JC Imagem

 

O município de Jaboatão dos Guararapes, na Região Metropolitana do Recife, avançou muito na qualificação e ampliação da malha viária da cidade, mas tem ignorado a segurança do pedestre em muitos dos projetos executados. Dois exemplos de intervenções recentes, importantes para a circulação e o desenvolvimento da cidade, revelam esse esquecimento: a requalificação da Avenida Ayrton Senna, em Piedade – principal via de entrada do município -, e da Estrada da Batalha, a rodovia PE-08, porta de entrada e saída para a região Sul de Pernambuco, principalmente para o Complexo Industrial Portuário de Suape. Nas duas obras, a travessia dos pedestres é difícil e arriscada.

O trecho perigoso da Avenida Ayrton Senna, inclusive, contrasta com a melhoria que a Prefeitura de Jaboatão promoveu na via, ao urbanizar e implantar ciclovia e a primeira faixa exclusiva de ônibus do município. São dois quilômetros de extensão nos quais se percebe a prioridade dada às bicicletas e ao transporte público. Mas, no trecho de 1,5 quilômetro, entre a Avenida Barreto de Menezes e a Rua São Sebastião, o descaso com o pedestre é tanto que incomoda. Antes da requalificação da via, que custou R$ 3,9 milhões, havia um canteiro central que oferecia segurança na travessia.

Como ele foi retirado para facilitar a circulação dos veículos, inclusive dos ônibus que passam no trecho, os pedestres ficaram descobertos. Agora, precisam cruzar cinco faixas, escapando de carros que sempre excedem a velocidade limite da via, de 60 km/h. A Prefeitura de Jaboatão instalou dois novos semáforos no trecho, mas a distância entre eles, às vezes, chega a 500 metros, o que para muitos pedestres é excessiva.

 

Na Estrada da Batalha, o problema é o mesmo, com o agravante de que, por ser uma rodovia estadual, os veículos desenvolvem uma velocidade muito maior do que na Avenida Ayrton Senna, aumentando o risco para os pedestres. Por sorte, um largo canteiro central foi instalado no meio da avenida, proporcionando segurança aos que tentam atravessar. O problema chegou, inclusive, a ser apontado pelo MPPE. “A situação piorou muito depois que a obra foi concluída. É preciso instalar redutores de velocidade e mais semáforos”, sugere o microempresário André Santos, que todos os dias atravessa a Estrada da Batalha.

Os gestores públicos, como sempre, têm argumentos para justificar a ausência de passarelas e de mais semáforos, além de fazerem promessas. O DER, responsável pela requalificação da Estrada da Batalha, diz que passarelas ainda serão instaladas e que os sinais só começaram a ser colocados depois do fim da obra porque era preciso identificar os pontos de conflito. Já a Prefeitura de Jaboatão afirma que mais um semáforo será instalado no trecho da Ayrton Senna que perdeu o canteiro central, além de um redutor de velocidade e passarelas. Só não há data. Até lá, o jeito é o pedestre continuar se arriscando.

 

Postado por Roberta Soares

enviar para um amigo

Ande na nova Estrada da Batalha

Publicado em 23/08/2012, Às 20:32

Foram quase três anos de obras, muitos congestionamentos e transtornos. Mas acabou. Dois anos e 11 meses depois, a requalificação da rodovia PE-08, mais conhecida como Estrada da Batalha, em Jaboatão dos Guararapes, está pronta, garantindo organização e qualificação para a principal saída Sul da Região Metropolitana do Recife, onde está o Complexo Industrial Portuário de Suape e para onde Pernambuco cresce. A requalificação, executada pela Secretaria de Transportes de Pernambuco, custou R$ 342,1 milhões (recursos estaduais e federais), e foi inaugurada simbolicamente nesta quinta-feira (23/8). Agora, a expectativa é que os 55 mil veículos que trafegam por dia na avenida levem, no máximo, dez minutos para percorrer os cinco quilômetros requalificados e, não mais, até uma hora, como acontecia.

Na verdade, a Estrada da Batalha estava praticamente pronta desde maio passado. Naquele mês, 90% dos trabalhos já tinham sido executados. Faltava apenas a conclusão do Túnel Felipe Camarão, liberado ao tráfego ontem. O túnel é uma das principais intervenções do projeto porque faz ligação direta com o bairro do Jordão, na Zona Sul do Recife, e, principalmente, elimina um dos maiores pontos de retenção na Avenida Mascarenhas de Morais, na Imbiribeira, que existia no cruzamento com a Avenida Maria Irene, no Ibura. Também permite o retorno dos veículos nos dois sentidos da Estrada da Batalha. O túnel tem 300 metros de extensão e 21 de largura.

DETALHES DA OBRA
A requalificação da PE-08 compreendeu a implantação de uma terceira faixa de rolamento na via, já duplicada na época em que os trabalhos começaram. Dois viadutos foram construídos, além do túnel. O primeiro, em forma de ferradura, foi inaugurado em abril de 2010 e tem 336 metros de extensão, localizado após o acesso da Avenida Armindo Moura, sentido Recife-Jaboatão. O segundo, composto por dois elevados, um em cada sentido, fica sobre a Avenida Barreto de Menezes, em Prazeres, eliminando um dos piores cruzamentos da Estrada da Batalha. Um centro cultural foi construído no entroncamento com a BR-101 e uma praça monumental com equipamentos de serviços e lazer, além de novos projetos de paisagismo e iluminação, foram implantados embaixo do Viaduto da Barreto de Menezes.

 

Confira no vídeo abaixo entrevista com o estudante Gustavo Gomes, sobre a nova área de lazer em Prazeres:

Postado por Roberta Soares

enviar para um amigo

Estrada da Batalha será inaugurada sem ligação com a Via Mangue

Publicado em 26/05/2012, Às 12:36

Acesso à Via Mangue aguarda discussão entre PCR e Estado, que garantem que ele sairá. Foto: Roberta Soares

 

A Estrada da Batalha terá uma ligação direta com a Via Mangue, corredor expresso que está sendo construído pela Prefeitura do Recife para facilitar a circulação na Zona Sul da capital e da Região Metropolitana. O acesso, entretanto, depende da pavimentação de um trecho de aproximadamente cem metros entre a rotatória leste da Estrada da Batalha e a Avenida Marechal Juarez Távora, que margeia o Canal do Jordão, se transforma na Avenida Desembargador José Neves e, posteriormente, na Avenida Dom João VI. Essas duas últimas ruas levam à futura Via Mangue. A obra está sendo discutida entre a PCR e a Secretaria Estadual das Cidades, ainda sem data para começar. Ou seja, a requalificação da Estrada da Batalha será inaugurada no dia 30 de junho, como prometeu o governo do Estado, sem a ligação com o futuro corredor. Se ligarão depois. É esperar para ver.

Postado por Roberta Soares

enviar para um amigo

Transtornos na Estrada da Batalha perto do fim. É o que promete o governo de Pernambuco

Publicado em 25/05/2012, Às 20:23

Túnel da Avenida Maria Irene, que funcionará como retorno para quem trafega na Estrada da Batalha, está na fase de acabamentos. Foto: Roberta Soares

 

 

Os transtornos provocados pelas obras de requalificação da PE-08, mais conhecida como Estrada da Batalha, em Jaboatão dos Guararapes, Região Metropolitana do Recife, estão perto de acabar. Depois de dois anos e meio de serviço, muitos engarrafamentos e prejuízos para o comércio local, a promessa do governo de Pernambuco é que a reforma da via será concluída e entregue à população, completa, em pouco mais de um mês, precisamente no dia 30 de junho. Mais de 90% dos trabalhos estão concluídos e, no momento, há apenas finalizações sendo realizadas. Ou seja, em pouco tempo o principal acesso sul à capital, ao litoral e ao Complexo Industrial Portuário de Suape, por onde passam 43 mil veículos por dia – dos quais 4 mil são caminhões – será rápido, moderno e eficiente.

Quem anda pela Estrada da Batalha percebe que os trabalhos estão em fase final. Os estrangulamentos do trânsito são vistos em apenas dois pontos (imediações de Porta Larga e Prazeres, ambos em Jaboatão). Há trechos em que já estão sendo concluídas as calçadas e o canteiro central. Em outros, a grama e as palmeiras começaram a ser colocadas, dando charme à via.  As pendências do projeto, iniciado no fim de 2009, com custo de R$ 150 milhões, são poucas e pequenas. São elas: acabamento do Túnel da Avenida Maria Irene, que fica localizado no Recife, próximo ao limite com Jaboatão, e funcionará como retorno para o tráfego da Estrada da Batalha; conclusão da pavimentação de um trecho da rotatória oeste do complexo de retornos chamado de caracol (a intervenção depende que a Compesa proteja parte de uma adutora para que o pavimento seja colocado sobre ela), finalização da drenagem de um trecho de 30 metros e a colocação de cinco placas de concreto nas imediações de Prazeres. Apenas.

Confira, nos vídeos abaixo, a nova Estrada da Batalha:

Postado por Roberta Soares

enviar para um amigo

Trânsito por causa das obras da Estrada da Batalha. Ninguém aguenta mais!

Publicado em 20/04/2012, Às 20:07

A situação do trânsito na Avenida Mascarenhas de Morais  e na obra da duplicação da Estrada da Batalha continua travando o trânsito naquela região. Nesta quinta-feira (19/4), às 10h30, mais uma vez foi dia de engarrafamento em frente ao Aeroporto Internacional do Recife, onde a paralização chegou a travar o tráfego na saída do terminal de passageiros. O engarrafamento foi provocado pela obra de construção do túnel na Avenida Maria Irene, que faz parte do projeto de triplicação da Batalha. Neste local, apesar dos protestos, apenas uma carro passa de cada vez e ainda existe um semáforo que controla os carros que vêm do Jordão. O resultado é que o engarrafamento chega no entroncamento da Avenida Recife com a Mascarenhas de Morais. Os vídeos abaixo, feitos pelo colunista do JC Fernando Castilho, mostram a confusão:

 

 

Postado por Roberta Soares

enviar para um amigo

Enfim, trânsito na Estrada da Batalha vai melhorar

Publicado em 07/06/2011, Às 8:00

O trânsito na Estrada da Batalha, em Jaboatão dos Guararapes, deverá melhorar a partir de hoje. O governador Eduardo Campos está inaugurando agora, às 8h,  o segundo viaduto no cruzamento com a Avenida Barreto de Menezes, ponto crucial do bairro de Prazeres. Com a liberação do elevado, também conhecido como Viaduto do Bandepe, o tráfego na área vai mudar.  O primeiro viaduto – liberado no ano passado e que estava funcionando em mão dupla, sentido Recife-Jaboatão e Jaboatão-Recife – terá o tráfego apenas de Jaboatão para o Recife. Já o novo elevado funcionará no sentido Recife-Jaboatão. São 40 mil veículos passando no trecho diariamente.

Postado por Roberta Soares

enviar para um amigo

Fotos do dia

Debate entre candidatos ao governo de Pernambuco na TV Jornal
Foto: Arnaldo Carvalho/JC Imagem

> JC Imagem

Debate entre candidatos ao governo de Pernambuco na TV JornalMilitância de Armando Monteiro em frente à TV JornalMilitância de Armando Monteiro em frente à TV JornalChegada do candidato Armando Monteiro (PTB)Armando Monteiro (PTB) chega com João Paulo e Paulo Rubem

Coluna no Twitter

OFERTAS
OFERTAS
Facebook Twitter RSS Youtube
Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM