Arquivos da categoria: UPE

24 jan 2015

UPE divulga sexta-feira listões do vestibular e do SSA

Feras vão saber sexta-feira quem estudará na UPE. Foto: Guga Matos /  JC Imagem

Feras vão saber sexta-feira quem estudará na UPE. Foto: Guga Matos / JC Imagem

Haja coração para os feras pernambucanos nos próximos dias. Segunda-feira sai o resultado do Sistema de Seleção Unificada (Sisu), do Ministério da Educação (MEC), que vai mostrar quem ganhou vaga nas Universidades Federais de Pernambuco (UFPE), Rural (UFRPE) e do Vale do São Francisco (Univasf). Na sexta-feira é a vez de conhecer os aprovados no vestibular e no Sistema Seriado de Avaliação da Universidade de Pernambuco (UPE).

“Está confirmado que os dois listões da UPE serão divulgados no dia 30”, assegura o presidente da comissão do vestibular, Ernani Martins. Ainda não está definido o horário da saída dos resultados. A universidade abriu este ano 3.460 vagas em 53 cursos de graduação. São 2.074 no vestibular e 1.386 no SSA.

O candidato que passar nos dois processos para o mesmo curso ocupará a vaga do SSA, liberando a do vestibular para remanejamento. Se for classificado em graduações diferentes terá que optar por uma delas. No vestibular, a primeira fase foi o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem).

Segundo Ernani, o listão do SSA está pronto. “Já o do vestibular falta pouca coisa. Estamos na fase final de verificação das notas”, explica.

As matrículas na UPE serão realizadas entre 10 e 12 de fevereiro. O primeiro dia é destinado aos classificados no SSA através do sistema universal. No mesmo dia vão se matricular os aprovados no vestibular sem as cotas. Cotistas do seriado e do vestibular terão o dia 11 para fazerem a matrícula. Retardatários de todos os processos farão o cadastramento no dia 12.

SISU – O Ministério da Educação não informou que horas o resultado do Sisu será liberado para consulta. Comunicou apenas que deve sair no período da manhã, sem estipular o horário preciso. Para saber se conquistou vaga, o candidato terá que informar, no site do sistema, senha e número de inscrição no Enem.

07 jan 2015

Falta de docentes é desafio na UPE

Novo reitor, Pedro Falcão começa a gestão com quadro de professores e técnicos-administrativos incompleto. Foto: Alexandre Gondim / JC Imagem

Novo reitor, Pedro Falcão começa a gestão com quadro de professores e técnicos incompleto. Foto: Alexandre Gondim / JC Imagem

Os novos reitor e vice-reitora da Universidade de Pernambuco (UPE), Pedro Falcão e Socorro Cavalcanti, respectivamente, tomaram posse nesta terça-feira (06) com o desafio de começarem a gestão encarando o déficit de professores e técnicos administrativos, sobretudo nas unidades do interior. A realização de concurso público para essas duas funções foi cobrada ao governador Paulo Câmara, presente na cerimônia de transmissão do cargo, no auditório da Faculdade de Ciências da Administração de Pernambuco (FCAP), na Madalena.

“Precisamos de mais investimentos na UPE e do aumento do quadro docente e de servidor. No seu plano de governo, o senhor prometeu requalificar a estrutura da universidade. Esperamos que isso aconteça”, destacou Socorro Cavalcanti, no seu discurso, dirigindo-se a Paulo Câmara. “No seu programa o senhor se comprometeu também a criar três hospitais (em Serra Talhada, Petrolina e Garanhuns). São ações importantes, mas é crucial que a UPE receba mais recursos para o Hospital Oswaldo Cruz, o Cisam e o Procape”, cobrou a vice-reitora.

Sem se comprometer com prazos, o governador afirmou que tem conhecimento da situação atual da UPE e que a abertura de concurso será prioridade. “O assunto ainda vai ser discutido pela secretária de Ciência e Tecnologia, Lúcia Melo, e pela Secretaria de Administração. Primeiro temos que avaliar com a equipe técnica”, destacou Paulo Câmara. “Vamos fazer todo o esforço necessário para atender as demandas da universidade”, complementou.

A UPE oferece 53 cursos de graduação e tem cerca de 25 mil alunos (graduação e pós), mil docentes e 4 mil técnicos-administrativos, que atuam em 11 câmpus.

“Estou otimista e com vontade de trabalhar. Conseguir que o governo aumente o número de professores e técnicos administrativos com certeza será um dos nossos grandes desafios. Vai haver concurso para 50 docentes, o edital deve sair em breve. Mas é uma quantidade insuficiente”, observou Pedro Falcão, que substitui Carlos Calado. A Associação de Docentes da UPE (Adupe) estima que será necessário contratar 430 novos professores.

06 jan 2015

Listão da UPE depende das notas do Enem

Segunda fase do vestibular da UPE foi realizada no início de dezembro . Foto: Hélia Scheppa/  JC Imagem

Segunda fase do vestibular da UPE foi realizada no início de dezembro . Foto: Hélia Scheppa/ JC Imagem

A divulgação das notas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) somente na próxima semana deve impossibilitar a Universidade de Pernambuco (UPE) de antecipar o listão dos aprovados no vestibular e no Sistema Seriado de Avaliação (SSA). A data limite para liberação dos resultados da UPE, conforme edital, é 30 de janeiro.

“Estou preocupado porque o cronograma ficará bem apertado. Contávamos com as notas do Enem mais cedo, logo no começo de janeiro. Como só deveremos recebê-las na próxima semana, provavelmente não conseguiremos aprontar os listões antes do dia 30”, afirma o presidente da comissão do vestibular da UPE, Ernani Martins.

Ele diz que ainda não pode calcular o ponto de corte da segunda fase do vestibular porque depende das notas da redação do Enem. Ernani estima que precisará de 10 a 12 dias úteis para concluir as correções. “Com certeza deveremos trabalhar nos fins de semana para dar conta do prazo. Temos que converter as notas do Enem (a escala é de zero a mil) antes de somá-la às médias da segunda fase do vestibular”, ressalta o presidente da comissão.

O listão do SSA 3 deve ficar pronto antes do listão do vestibular, pois não depende das notas do Enem. “Mas só divulgaremos os dois resultados juntos”, explica Ernani.

19 dez 2014

Treze faculdades reprovadas em Pernambuco

Universidade de Pernambuco (UPE) tirou nota 3 no IGC, considerado satisfatório pelo MEC. Foto: Assessoria de Imprensa da UPE

Universidade de Pernambuco (UPE) tirou nota 3 no IGC, considerado satisfatório pelo MEC. Foto: Assessoria de Imprensa da UPE

Atualizada às 18h55h

Treze faculdades pernambucanas tiveram desempenho insatisfatório no Índice Geral de Cursos (IGC) 2013, indicador de qualidade calculado pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), do Ministério da Educação. Tiraram nota 1 ou 2, as mais baixas. A nota mais alta, 5, não foi alcançada por nenhuma instituição do Estado. Os dados foram divulgados ontem e estão disponíveis no Diário Oficial da União.

O IGC é calculado anualmente. Para chegar a ele, o Inep considera, entre outros fatores, a nota dos alunos no Exame Nacional de Desempenho de Estudantes (Enade), a infraestrutura da faculdade e a avaliação dos programas de pós-graduação stricto sensu (mestrado e doutorado). Faz parte ainda do indicador a média do CPC do ano observado e dos dois anos anteriores.

As três universidades federais – UFPE, UFRPE e do Vale do São Francisco (Univasf) – tiraram nota 4 no IGC. Com essa mesma nota ficaram duas instituições particulares: a Faculdade Nova Roma, do Recife, e as Faculdades Integradas da Vitória de Santo Antão (Faintvisa), na Zona da Mata.

A Universidade de Pernambuco (UPE) e os Institutos Federais de Pernambuco (IFPE) e do Sertão Pernambucano (IF Sertão) alcançaram média 3. Também com 3 ficaram outras 36 faculdades do Estado, entre privadas e autarquias municipais.

Foram 11 instituições com nota 2 no IGC. Sete estão no interior, nas cidades de Goiana, Belo Jardim, Petrolina, Serra Talhada, Floresta e Araripina, e quatro no Recife. Com a pior nota, 1, ficaram a Faculdade de Ciências Humanas e Sociais Aplicadas do Cabo de Santo Agostinho, na Região Metropolitana, e a Faculdade de Ciências Agrárias de Araripina, no Sertão.

Para o MEC, o resultado no IGC é considerado satisfatório se for 3, 4 ou 5. As faculdades com notas 1 e 2 serão supervisionadas pelo governo federal. Entre as medidas tomadas pelo ministério caso as instituições não consigam sanar as falhas, estão diminuição das vagas ofertadas ou suspensão do recredenciamento dos seus cursos.

MEDIDAS – Segundo o MEC, as instituições com IGC insatisfatório deverão, necessariamente, passar por processos de recredenciamento, quando serão submetidas à avaliação in loco. As 152 instituições no País que tiveram desempenho insatisfatório em 2010 e em 2013 terão de assinar compromisso para correção das deficiências e podem sofrer sanções, como suspensão da autonomia da instituição e de programas – Fies, Pronatec e ProUni. Cada caso é analisado individualmente.

Veja o desempenho das instituições pernambucanas no IGC:

Nota 4
Universidade Federal de Pernambuco (UFPE)
Universidade Federal Rural de Pernambuco (UFRPE)
Universidade Federal do Vale do São Francisco (Univasf)
Faculdades Integradas da Vitória de Santo Antão
Faculdade Nova Roma

Nota 3
Universidade de Pernambuco (UPE)
Instituto Federal de Pernambuco (IFPE)
Instituto Federal do Sertão Pernambucano
Universidade Católica de Pernambuco
Faculdade de Ciências Humanas de Olinda
Faculdade de Filosofia Ciências e Letras de Caruaru
Faculdade Frassinetti do Recife
Focca – Faculdade de Olinda
Faculdade de Ciências Humanas Esuda
Faculdade de Ciências Humanas de Pernambuco
Faculdade de Formação de Professores de Afogados da Ingazeira
Faculdade de Ciências de Timbaúba
União de Escolas Superiores da Funeso
Faculdade Estácio do Recife – Estácio FIR
Faculdade de Ciências Humanas e Sociais de Igarassu
Faculdade Boa Viagem
Faculdades Integradas Barros Melo
Faculdade Santa Emília
Escola Superior de Saúde de Arcoverde
Faculdade de Comunicação e Turismo de Olinda
Faculdade Decisão
Faculdade São Miguel
Faculdade de Informática do Recife
Faculdade de Ciências Contábeis do Recife
Instituto Pernambucano de Ensino Superior
Faculdade Integrada de Pernambuco
Faculdade dos Guararapes
Faculdade da Escada
Faculdade Maurício de Nassau
Faculdade Anchieta do Recife
Faculdade de Tecnologia Ibratec
Faculdade Metropolitana
Instituto de Ensino Superior de Olinda
Faculdade Marista
Faculdade do Recife
Faculdade de Ciências Humanas e Exatas do Sertão do São Francisco
Faculdade Senac Pernambuco
Faculdade Joaquim Nabuco (Paulista)
Faculdade Joaquim Nabuco (Recife)

Nota 2
Instituto Superior de Educação de Floresta
Faculdade de Formação de Professores de Serra Talhada
Faculdade de Formação de Professores de Belo Jardim
Faculdade de Formação de Professores de Araripina
Faculdade de Ciências Aplicadas e Sociais de Petrolina
Instituto Superior de Educação de Goiana
Faculdade de Enfermagem de Belo Jardim
Faculdade Santa Helena
Faculdade Salesiana do Nordeste
Faculdade Metropolitana da Grande Recife
Faculdade de Odontologia do Recife

Nota 1
Faculdade de Ciências Agrárias de Araripina
Faculdade de Ciências Humanas e Sociais Aplicadas do Cabo de Santo Agostinho

17 dez 2014

Seis questões anuladas no vestibular da UPE

As 2.074 vagas da UPE serão disputadas por 30.690 estudantes que fizeram a segunda fase dias 7 e 8 de dezembro. Foto: Edmar Melo/  JC Imagem

As 2.074 vagas serão disputadas por 30.690 estudantes que fizeram a 2ª fase dias 7 e 8 de dezembro. Foto: Edmar Melo/ JC Imagem

Das 30 questões contestadas por candidatos no vestibular da Universidade de Pernambuco (UPE), seis foram anuladas pelas bancas. Outras duas (uma de história e outra de sociologia) tiveram mudança de gabarito.

Física foi a disciplina com mais alterações. Houve a anulação dos quesitos 1, 15 e 17. Significa que todos os candidatos receberão os pontos dessas perguntas. Em química, a questão 15 está anulada. O mesmo ocorreu no quesito 18 de geografia e 12 de biologia.

Em história, a questão 14 passa a ter a alternativa E como correta.  No teste de sociologia, o quesito 19 tem como resposta certa a letra E.

As provas da segunda fase do vestibular foram aplicadas nos dias 7 e 8 de dezembro. A primeira fase foi o Enem. A previsão é de que o listão dos aprovados seja divulgado até o final de janeiro de 2015.

Gabarito definitivo 1ª dia

Gabarito definitivo 2º dia

Resposta dos recursos

16 dez 2014

UPE deve divulgar resultado das contestações do vestibular às 20h

Feras enfrentaram o vestibular da UPE nos dias 7 e 8 de dezembro. Foto: Bobby Fabisak /  JC Imagem

Feras enfrentaram o vestibular da UPE nos dias 7 e 8 de dezembro. Foto: Bobby Fabisak / JC Imagem

Está previsto para ser divulgado às 20h desta terça-feira o gabarito definitivo do vestibular da Universidade de Pernambuco (UPE), realizado nos dias 7 e 8 de dezembro. Trinta questões foram contestadas por candidatos. O documento estará disponível no site da UPE.

Biologia foi a disciplina com mais queixas, 12 no total (o teste teve 20 quesitos). Se houver anulação de alguma questão, o ponto referente a ela é repassado para todos os feras. Se tiver mudança de gabarito, só recebe o ponto o estudante que acertá-la.

Veja quais questões tiveram os gabaritos reclamados:

Língua Portuguesa: 06, 07 e 17.
História: 01 e 14
Química: 01, 05, 09, 11, 15, 17, 20
Biologia: 01, 02, 06, 07, 08, 09, 10, 12, 13, 14, 17 e 18
Física: 01, 07, 09, 15 e 17
Geografia: 18

14 dez 2014

Instituições pernambucanas terão mais de 12 mil vagas no Sisu

O Sistema de Seleção Unificada (Sisu) do Ministério da Educação, cujas inscrições serão em janeiro, contará com 12.413 vagas de cinco instituições pernambucanas. Para concorrer às vagas basta ter feito o Enem este ano e não ter tirado nota zero na redação.

Integrarão o sistema as Universidades Federal de Pernambuco (UFPE), Federal Rural (UFRPE) e Federal do Vale do São Francisco (Univasf). Também os Institutos Federal de Pernambuco (IFPE) e Federal do Sertão Pernambucano (IF-Sertão).

Veja, no quadro abaixo, a distribuição das vagas por instituição, onde há câmpus e outros detalhes do sistema.

JC-CID1214_ARTES_VESTIBULARweb2

14 dez 2014

À espera do Sisu

Lucas não vai curtir férias na Paraíba por causa do Sisu. Foto: Guga Matos/  JC Imagem

Lucas não vai curtir férias na Paraíba por causa do Sisu. Foto: Guga Matos/ JC Imagem

Janeiro será um mês atípico para muitos vestibulandos. Em vez de curtirem as férias, na expectativa apenas pelos listões, terão que ficar conectados ao computador, sobretudo nas duas primeiras semanas de 2015. É quando deverão acontecer as inscrições, pela internet, do Sistema de Seleção Unificada (Sisu), do Ministério da Educação (MEC). Com a adesão da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE), que acabou com o vestibular, a seleção será mais concorrida. As cinco instituições do Estado que fazem parte do sistema – UFPE, UFRPE, Univasf, IFPE e IF do Sertão – vão disponibilizar 12.413 vagas.

Qualquer pessoa que participou do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) deste ano e que não tirar zero na redação pode concorrer às vagas. O MEC ainda não informou o período de inscrições nem o total de vagas no País. Mas a expectativa é de que sejam mais de 171 mil, considerando que foi esse o quantitativo oferecido no Sisu de janeiro passado. Das 59 universidades federais brasileiras, 55 colocam vagas no programa. A partir do próximo ano, a Universidade de Pernambuco (UPE), única instituição atualmente no Estado que não integra o Sisu, fará parte também.

Fera de engenharia, Lucas Mendes Ferreira, 18 anos, não vai passar as férias na Paraíba por causa do sistema federal. “Eu e minha família costumamos ir no ano-novo para João Pessoa. Eu sempre ficava mais tempo lá, uma ou duas semanas, na casa de meus tios e avós maternos. Desta vez, voltarei com meus pais, logo depois do réveillon, por causa do Sisu”, relata Lucas, aluno do Colégio Santa Maria, em Boa Viagem, Zona Sul do Recife.

Se as regras do sistema permanecerem as mesmas (não há perspectivas de mudanças, segundo o MEC), cada candidato poderá escolher até duas opções de curso, por ordem de preferência. É possível mudar essas opções durante o período de inscrição. Conquistam as vagas os que tiverem as melhores notas do Enem. O estudante tem que informar se deseja concorrer às vagas de ampla concorrência, às vagas reservadas à lei federal de cotas ou às vagas destinadas às demais políticas afirmativas das instituições.

Das 6.542 vagas da UFPE, 2.503 (37,5% do total) serão destinadas àqueles que cursaram todo o ensino médio em escola pública. A universidade também criou um bônus de 10% na média do Enem para jovens que estudaram na Zona da Mata e no Agreste e que pretendem concorrer aos cursos dos câmpus de Vitória de Santo Antão e Caruaru. Nas outras quatro instituições pernambucanas, o percentual de vagas para as cotas é maior: 50%.

CONCORRÊNCIA – Uma das preocupações dos estudantes é que a concorrência na UFPE aumente muito, uma vez que qualquer pessoa do Brasil pode concorrer às vagas. “Baseada na experiência de outras universidades que fazem parte do Sisu acredito que não teremos tantos candidatos de fora de Pernambuco. Talvez nos cursos mais concorridos como medicina e direito isso possa acontecer”, observa a pró-reitora acadêmica da UFPE, Ana Cabral.

 

09 dez 2014

Gabarito definitivo do SSA 1 e 2 deve sair às 19h

Candidatos do SSA 1 e 2 saberão as notas individuais em março. Foto: Igo Bione /  JC Imagem

Candidatos do SSA 1 e 2 saberão as notas individuais em março. Foto: Igo Bione / JC Imagem

Está previsto para ser divulgado às 19h desta terça-feira o gabarito definitivo da primeira e da segunda fase do Sistema Seriado de Avaliação (SSA) , da Universidade de Pernambuco (UPE).

Houve a contestação de 39 questões, sendo 22 do SSA 1 e 17 do SSA 2. História foi a disciplina com mais queixas, dez no total.

Caso um quesito seja anulado, o ponto referente a ele é repassado para todos os candidatos. Se houver mudança de gabarito ganha o ponto o estudante que acertar a resposta correta.

As notas individuais dos candidatos sairá até março do próximo ano.

08 dez 2014

Resultado das contestações do SSA 1 e 2 sai nesta terça-feira

Resultado das contestações do SSA 1 e 2 sairá nesta terça-feira. Foto: Alexandre Gondim /  JC Imagem

Resultado das contestações do SSA 1 e 2 sairá nesta terça-feira. Foto: Alexandre Gondim / JC Imagem

O posicionamento das bancas referentes aos recursos dos testes da primeira e da segunda fase do Sistema Seriado de Avaliação (SSA) da Universidade de Pernambuco  – foram 39 quesitos – sairá nesta terça-feira, segundo o presidente da comissão do vestibular, Ernani Martins.

Em relação às quatro questões de história que foram copiadas de uma seleção da Casa do Estudante de Pernambuco, realizado em agosto, Ernani disse que não considera plágio. Mesmo assim, o departamento jurídico da UPE está avaliando que medidas vai tomar, uma vez que a banca tem o compromisso de colocar nas provas quesitos inéditos.

Conforme Ernani, uma das possibilidades é anular as quatro questões de história (uma do SSA 1 e três do SSA 2). Se isso ocorrer realmente, a pontuação referente a elas será dada a todos os candidatos.